[Histórias de Pais] – Educação de filha pra pai

“O que eu faço para que meu filho se interesse por algo? Como você conseguiu fazer isso com sua filha? Como eu tiro meu filho do celular e do vídeo game?”. A resposta para esta pergunta é simples você já parou para ouvir o seu filho, ele está recebendo a atenção que merece ? .

Deixa eu me apresentar, meu nome é Evandro Peixoto mais conhecido como Pai da Manoela Meroti, minha filha tem 9 anos foi uma das palestrantes de um dos maiores eventos de tecnologia chamado Campus Party com o seguinte tema  “Como comecei a empreender com 6 anos e como ganhei meu primeiro hackathon”, já foi juíza na IBM em uma competição para criação de robôs inteligentes, já teve participação do Arduino Day, Womens Heath, já foi convidada pra conhecer a Microsoft e a  Elo  e esta confirmada para Campus Party Brasilia e Belo Horizonte ainda este ano. Além disso, vai pra escola, pinta, se diverte, acampa no quintal , pinta os quadro e brinca como qualquer  outra criança.


Leia mais:


Eu trabalho com tecnologia da informação, internet das coisas e já fui a vários eventos ligado a minha área, minha esposa tem um salão de beleza e além de administrar é uma das profissionais que trabalham  lá. Enquadro-me no perfil da família brasileira, que ambos trabalhavam e cuidam dos filhos. Acredito muito que o espelho deles são  os país, é quase que um processo normal, se você passa seu final em casa com seu celular onde os dedos freneticamente se deslizam no “último post ou email” não é difícil saber qual a referência que ele irá ter.

detox-digital

Pare! E preste atenção no seu filho(a)

Está na hora de parar um pouco, e prestar a atenção no seu filho, toda mundo tem um Dom natural, todo mundo consegue se destacar em algo basta acreditar.  Os novos pais precisam parar de comprar seus filhos com presentes caros, precisam aprender a dizer não, precisam trocar seu futebol na tv por um futebol na pracinha. A Manoela começou a empreender com 6 anos, muito por acaso, ela queria um boneca de presente no “Dia das Crianças”,  nos tínhamos condição de comprar mas conversando com minha esposa resolvemos dar somente metade. Confesso que achei que a outra parte viria dos tios e  avós, mas para minha surpresa ela começou a vender quadro e pulseiras no salão. As clientes acharam  aquilo diferente e todo mundo colaborou e no final ela chegou em casa com uma latinha com dinheiro suficiente para comprar a boneca.

Se você ganha seu salário por um trabalho digno, por que seu filho não pode ganhar a mesada por alguma tarefa doméstica que ele ajudou. Qual é o problema em arrumar o quarto? Passar um aspirador ? Arrumar a própria bagunça ?.

A Manoela é uma criança que se deu a oportunidade de abrir o horizonte quando apresentamos um mundo novo a ela, acredito que as boas energias atraíram pessoas certas na mesma sintonia que acreditam na possibilidade de qualquer um  fazer a diferença, basta acreditar.

Aprenda com seu filho, acredite no que ele está falando, ele pode te ensinar mais do que você imagina.

*Autor: Evandro Peixoto é pai da Manoela Meroti, serial empreendedor, empreteco, curte inovação, internet das coisas. Já participou de alguns  hackathons inclusive fazendo mentoria. Possui mais de 25 anos de experiência em  internet e tecnologia. Formado em T.I com MBA em Marketing Digital

 

Facebook Comments