Internet Segura – 6 orientações imprescindíveis!

Internet Segura – 6 orientações imprescindíveis!

Internet Segura –  6 orientações imprescindíveis!

O Brasil é destaque global quando o assunto é internet segura. Os crimes cibernéticos que envolvem crianças e jovens estão entre os mais comuns.

Neste contexto, a ONG Visão Mundial, organização não-governamental especializada na proteção à infância, em cooperação com o Google, elencou uma série de medidas protetivas com o objetivo de chamar atenção para o tema da Internet Segura.

“Existe no senso comum uma compreensão de que os nativos digitais (conceito voltado para pessoas que já nasceram na era digital) têm domínio de tudo. Isso é um mito, toda criança e adolescente precisa ter educação para uso das tecnologias, somente assim essas ferramentas serão uma oportunidade de desenvolvimento pessoal ao invés de um risco. Para isso pais, professores e educadores precisam de formação, essa é uma questão que está posta e não volta mais,”

Conta Karina Lira, assessora nacional de proteção à infância da Visão Mundial.

Leia a entrevista que realizamos com Karina Lira:

4daddy: A Visão Mundial promoveu ações com crianças e jovens de conscientização para a internet segura. Pode nos contar como foram essas ações e qual a relevância desse tipo de ação para a proteção de crianças e jovens?

Karina: A Visão Mundial junto aos seus parceiros vem desenvolvendo ações educativas e de sensibilização pública através das mídias sociais sobre o uso seguro de internet por parte de crianças e adolescentes. As ações tem ocorrido em projetos locais no Rio de Janeiro e Alagoas para mais de 4 mil pessoas, as oficinas tem o objetivo de ensinar as crianças e adolescentes a se protegerem, além de também preparar as famílias nesse papel.

4daddy: Que tipo de medida os pais podem tomar para alertar e proteger seus filhos no ambiente virtual?

Karina: Uma primeira e importante medida é que os pais deem exemplo, eles precisam ter atitudes corretas que sejam copiadas pelos filhos.

Infelizmente existem pais que criam perfis para seus filhos, quando algumas redes estipulam o uso a partir de 13 anos.

Há também os que compartilham fotos inapropriadas onde seus filhos estão com pouca roupa, ou mesmo expõe informações que revelam as rotinas e locais que frequentam, como por exemplo a farda da escola.

Em relação aos filhos, tudo começa pelo diálogo, somente dessa forma eles poderão saber o que eles estão fazendo na internet, tendo espaço para orientar e protegê-los.

6 orientações imprescindíveis para seus filhos de internet segura:

  1. Nunca marcar encontro com pessoas que se conhece apenas pela internet;
  2. Observar sempre o comportamento deles, manter o computador em local visível na casa é uma maneira mais fácil para fazer isso.
  3. Orientá-los sobre manter a privacidade, a compartilhar material com um grupo mais selecionados da rede amigos, não aceitar pessoas desconhecidas.
  4. Estar atento a sinais de cyberbullying, ensine-os a serem gentis com as pessoas, por trás de avatás e usuários existem pessoas que precisam ser respeitadas como eles gostariam de ser respeitados.
  5. Ensine-os a protegerem suas contas, criarem senhas fortes que reduzam as chances de invasão.
  6. Proteja os equipamentos que seus filhos usam, mantenha mecanismos de segurança, como antivírus atualizado.

4daddy: Ainda há uma corrente de pais que acreditam na proibição do uso de celulares e internet, nós acreditamos que essa medida pode acabar distanciando a criança ou o jovem dos pais e os fazendo procurar por acessos menos seguros. Qual seu posicionamento perante essa decisão de proibir o uso da internet?

Karina: Dificilmente a proibição funciona, pelo contrário, costuma criar conflitos. Além disso costuma ser pouco eficiente porque hoje as crianças e adolescentes podem ter acesso à internet em diferentes espaços dos quais os pais não poderão ter controle.

A relação de diálogo e confiança é imprescindível para manter um canal aberto de comunicação, mas esse processo deve vir junto com o estabelecimento de regras previamente combinadas, aplicadas de acordo com a idade dos filhos e supervisionadas sistematicamente.

4daddy: Pode nos contar também que outras ações a Visão Mundial promove para cumprir sua missão? E de que forma nossos leitores (pais, mães, cuidadores) podem ter conhecimento dos conteúdos e ações realizadas pela organização e colaborar com a missão de proteção à infância?

Karina: A Visão Mundial focada no bem estar da infância utiliza uma abordagem sistêmica para enfrentar as causas raízes da violência contra meninas e meninos, capacita atores-chave para trabalhar em conjunto para criar um ambiente de proteção que cuida e apoia todas as crianças, especialmente as mais vulneráveis.

Buscamos promover movimentos que catalizem mudanças globais de atitude, que conscientizem e levem à ação.

Estamos especialmente focados no fortalecimento de medidas de prevenção e resposta; no aumento de financiamentos específicos em longo prazo e no fortalecimento da responsabilidade do governo e outras instituições pela implementação dos compromissos a favor da proteção infantil.

Trabalhamos com parceiros como coalizões, governo (escolas) e igrejas para a promoção de ambientes seguros, tendo as crianças e jovens como agentes de mudança e atuando com os mais vulneráveis nos locais mais difíceis.

Acompanhe o importante trabalho da Visão Mundial em suas ações de proteção à infância.

*Entrevista realizada por Luísa Toledo, parceira de vida e de sonhos do Leandro Ziotto e amiga/madrasta do Vinicius. Psicanalista e Diretora de Conteúdo da 4Daddy. 


Facebook Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Curta nossa fanpage

CLOSE
CLOSE