Histórias de Pais – Ailton José e Dominic

 

Nós do portal 4Daddy, começaremos agora a contar um pouco histórias de pais. Não só em textos em nosso portal, mas também em vídeos no nosso canal do Youtube em nosso Simpósio On Line, o SimPai, e em muitos outros formatos.

 

O Objetivo é motivar e contagiar outros pais e exercerem a sua paternidade, e descobrirem o quanto é BOM ser um DADDY…;-)

PAI-E-FILHO

Leiam agora a história do Daddy Ailton José:

 

 

Ola Daddys

 

Como promessa é divida ai vai a minha historia de Pai de primeira viagem.

 

Chamo-me Ailton José, tenho 30 anos, sou de Moçambique(Africa Austral), estou tradicionalmente casado a sensivelmente 3 anos,contudo já estou com a minha esposa a mais de 5 anos. 

 

A decisão de ter um filho(a) foi planificada, mas os factores surpresa e emoção não faltaram no momento em que descobri que iria ser pai pela primeira vez. Fizemos o teste varias vezes, pensando que o resultado era negativo apesar dos sintomas todos se mostrarem evidentes (pais de primeira viagem, nem ler o resultado do teste sabíamos). Fiquei tao feliz que parecia final de um campeonato de futebol em que a minha equipa favorita tinha vencido o jogo. 

 

Depois seguiram-se as consultas, os enjoos,os desejos, etc. A primeira consulta foi fixe, foi ai que tive a noção do quão adulto me tinha tornado. A primeira ecografia foi igualmente fantástica ate gravei com o meu celular o som das batidas do coração da minha pequena. 

 

Eu estava nem aí para o sexo do bebé, para mim tanto podia ser rapaz ou menina, mas confesso que na hora da ecografia fiquei mto ansioso.

 

Caiu uma parte da ficha quando pela primeira saímos para fazer compras, e vimo-nos a comprar roupas de bebé e tudo mais. Foi mto louco, ter dois viciados em compras a deambular pelas lojas de artigos infantis…kkkk.

 

Duas a três semanas antes do nascimento, a minha mãe veio para apoiar. A cota (velhota) dava um monte de conselhos e algumas dicas uteis.

 

No dia 4 de Março de 2015, acordo de madrugada,deviam ser 2hrs da manha quando senti que a minha esposa estava com dores. Perguntei a ela: -Mor tas com contracçoes? Nao esta na hora? Ela disse: Não te preocupes, estou bem. As 4 horas repetiu-se a cena eu disse: – Baby vamos embora para o Hospital. Deixa-me acordar a minha mãe para irmos. Dai corremos para o hospital, ligamos para a médica que ia fazer o parto e la estavamos, poucos minutos antes das 5h. Nunca estive mais nervoso. ligavamos para a médica de uma em uma hora (Eu e a minha mãe alternavamos). Avisamos aos familiares mais próximos que vinham aparecendo aleatoriamente. Eu estava era muito preocupado com as dores que a minha esposa estava sentindo.

 

Quando eram 22h e pouco, liguei mais uma vez,das milhares de vezes que ligue pra medica e ela disse que eu estava atrapalhando o serviço dela, pediu-me que fosse para casa descansar, que ela ligaria assim que a criança tivesse nascido. Preferi ficar em casa do meu Tio, que era perto do hospital. As 23hrs e tal meu telefone toca,era a minha esposa a dizer que a minha princesa tinha nascido. Foi uma emoção que só Deus sabe, ate tomei uma cervejinha pra comemorar. Contudo, só podia estar no hospital no dia seguinte e no horário de visitas.

 

Quando chego ao hospital, a ficha ainda não tinha caído, estava mais preocupado com a minha mulher do que com a bebé. Nao percebia patavinas até o momento em que peguei o meu tesouro nos braços. Malta, foi uma mistura de sentimentos que ate hj tento perceber. Estava ali a minha bonequinha cheia de saude agarrando o meu dedo.

 

Hoje ela tem um ano.Todos os dias é um novo aprendizado. Espero que ela cresça com saude, porque amor não lhe vai faltar.

 

Assim foi e tem sido a minha primeira experiencia como pai.

 

Ailton José

Pai do Dominic                                                                                                                                    

 

*Fonte: Mensagem enviada ao Portal 4Daddy por um pai atuante e participativo, Ailton José Pai do Dominic. (OBS: Mensagem original, sem edições e correções. Nosso objetivo é transparecer a emoção do Pai)

 

Facebook Comments