12 de junho de 2017 4daddy

Seu filho(a) está crescendo muito rápido? Saiba mais sobre os picos de crescimento

Seu filho(a) está crescendo muito rápido? Saiba mais sobre os picos de crescimento

Os bebês não crescem e se desenvolvem de forma equilibrada – em períodos específicos, os pequenos passam por “explosões súbitas” de crescimento. E isso não é necessariamente ruim, uma vez que esses picos geralmente duram apenas dois ou três dias, com sintomas que incluem fome quase insaciável e comportamento irritadiço.

O Dr. José Gabel, secretário do Departamento de Pediatria Ambulatorial e Cuidados Primários da Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP) afirma que, em geral, um bebê tem cerca de cinco surtos de crescimento no primeiro ano de vida, ocorrendo às 2 – 3 semanas de vida; 4 – 6 semanas; 8 semanas; 3 meses; 4 meses; 6 meses e, por fim, aos 9 meses. Como não há regras, é possível, ainda, que a criança manifeste outros durante todo seu crescimento, inclusive até a adolescência.

Nestes períodos, os cuidadores conseguem notar que o padrão de alimentação dos filhos se torna mais intenso e os bebês tendem a dormir mais do que o habitual, em horários alternados. “Durante os picos, os bebês provavelmente comerão e dormirão mais do que de costume. Pode deixá-los tirar cochilos extras e também oferecer mais comida”, comenta o pediatra.

Conheça a Campanha “Qual o olhar das crianças sobre SAMPA?! Clique AQUI e saiba mais.

 

Sintomas dos picos de crescimento

Os bebês passam a solicitar mais mamadas que o usual, como forma de compensar e crescer no ritmo acelerado de seu metabolismo. As mães que amamentam ficam receosas em não ter leite suficiente para satisfazer a vontade dos filhos, porém o Dr. Gabel reitera que as mulheres produzem mais do alimento quando o bebê mama mais, por isso não há motivo para preocupação. “Respeitar esta demanda é essencial para suprir todas as necessidades dos bebês no período”, destaca o pediatra.

Geralmente, os picos de crescimento não manifestam sinais óbvios, mas é possível identificá-los através dos sintomas nas alterações ao nível do sono, comportamento e alimentação. “Pela pesagem e medidas do comprimento, assim como do perímetro cefálico, também é possível perceber que o bebê cresceu e aumentou seu peso em ritmo consideravelmente superior ao normal”, explica o Dr. Gabel.


Leia também:


O sono da criança fica completamente desregulado – muitos acordam de hora em hora, dormem em horários trocados e, por conta disso, podem ficar irritados. Todos os bebês passam por essa fase, mas alguns tendem a não manifestar os sintomas usuais. “É muito importante que os pais lidem pacientemente com os filhos durante essa fase, pois é passageira e o comportamento dos pequenos tende a normalizar após esses curtos períodos de tempo. Atender às demandas de alimentação e sono também é essencial para que as crianças possam se desenvolver saudáveis”, conclui o pediatra.

*Autor: Dr. José Gabel, secretário do Departamento de Pediatria Ambulatorial e Cuidados Primários da Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP). Link original: http://bit.ly/2ssMStK

camisetas 4daddy

, , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WC Captcha + 23 = 27

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Contact

Let's Work Together.

Let’s find out how to work together and create something meaningful or valuable.

+1(001) 123 4567

Design by
Marcel Moerkens

Verified by MonsterInsights