Lição de casa não precisa ser sinônima de brigas e stress

O estado emocional em que seu filho se encontra no momento em que senta para estudar ou fazer a lição de casa tem um alto impacto na capacidade que ele terá para compreender e assimilar o conteúdo estudado. Hoje damos andamento a “Semana S.O.S VOLTA AS AULAS – Um ano letivo de sucesso começa em casa”, onde todos os leitores que se cadastrarem irão assistir a uma entrevista exclusiva que nós, do 4daddy, fizemos com as educadoras Roberta e Taís Bento, e ainda receberão mais matérias sobre esse assunto que tira o sono de todos os pais.

 

Imagino que na cabeça dos pais que estão lendo esse post agora está passando a seguinte ideia: “ih, então vai ser difícil aprender, porque ele sempre fica bravo na hora de fazer a lição de casa!”. 

 

A boa notícia é que o importante não é o estado emocional em que ele vai terminar a tarefa, mas sim o que ele está sentindo momentos antes de iniciar seus estudos.

 

Repare que você chega ao trabalho, na segunda feira, irritado ou desanimado,  alegre ou energizado dependendo do final de semana ou da noite que teve. Da mesma forma, você chega de volta em casa com o estado emocional impactado pela experiência do dia que viveu – e a partir de então influencia os outros acontecimentos e pessoas ao redor.

SOS Volta às Aulas

Clique aqui e assista a entrevista exclusiva com as educadoras Roberta e Taís Bento falando sobre educação de nossos filhos!

 

Alegria e Diversão ajudam na lição de casa

Assim, o estado emocional anterior ao início da lição de casa é o que vai influenciar o quanto seu filho aprende durante seus momentos de estudo. Está comprovado por estudos que os estados de alegria e sensação de diversão geram predisposição para desenvolvimento de novas habilidades e despertam a criatividade.

 

A dica para os pais é auxiliar no estabelecimento de uma rotina que privilegie atividades divertidas ou que deixem seus filhos com sensação positiva nos momentos que antecedem a hora da lição de casa.

 

Não precisa se preocupar exatamente com o sentimento que a criança ou adolescente tem em relação à lição de casa – o estado emocional que fica da atividade anterior o levará a estar melhor preparado para assimilar o estudo.

 

Por isso é importante evitar ao máximo que a tarefa seja iniciada após momentos de brigas, estresse, desentendimento. Aliás, em muitos casos, há uma impressão por parte dos pais de que o momentos da tarefa é que gera uma carga negativa de sentimentos no filho. Na realidade, esse sentimento está sendo carregado de situações vividas imediatamente antes do início dos estudos.

 

As atividades que antecedem o momento da concentração para os estudos dependem do que é interessante para cada criança. Não há uma regra sobre o que seu filho deveria fazer antes da tarefa, mas certamente você sabe o que o deixar alegre. O fundamental é que a tarefa seja feita no mesmo horário todos os dias.

 

Uma dica simples e valiosa vem da Universidade do Colorado, em Boulder: passar trinta minutos ao ar livre gera mudança de humor, criando sensação de prazer e alegria. Alguns minutos na sacada do seu apartamento, as janelas abertas enquanto seu filho brinca no próprio quarto ou alguns momentos no playground são o suficiente para gerar sensações positivas que ajudarão a tornar o momento da tarefa mais produtivo!


Clique AQUI e participe da nossa Semana S.O.S VOLTA AS AULAS! E assista a uma entrevista exclusiva das educadoras Roberta e Taís Bento explicando os principais motivos do baixo desempenho de crianças e adolescentes nos estudos e como lidar com esse problema. Dando dicas práticas para o nosso dia-a-dia, baseado nas suas experiências com psicopedagogia e em estudos em neurociência cognitiva.


*Autoras: Roberta Bendo, Graduada em Letras, com especialização em formação de professores de Línguas (International House, Inglaterra) e com pós-graduação em Marketing e em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Especialização em Aprendizagem Baseada no Funcionamento do Cérebro pela Universidade da Califórnia e Duke University, e em Aprendizagem Cooperativa pela Universidade de Minnesota e Universidade de San Diego (Estados Unidos). 

Tais Bento, Graduada em Pedagogia pela Universidade de São Paulo (USP) e pós graduada em Marketing pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP). Especialização em Aprendizagem Baseada no Funcionamento do Cérebro e Aprendizagem Cooperativa pela Universidade de Minnesota e pela Universidade de San Diego.

camisetas 4daddy

Facebook Comments