Homem, vamos cuidar da saúde?! Dicas de auto-cuidado masculino e paterno

Homem, vamos cuidar da saúde?! Dicas de auto-cuidado masculino e paterno

Cada vez mais pesquisas comprovam que a saúde, mais do que genética, é consequência das escolhas e hábitos de vida. Hábitos saudáveis e acompanhamento de saúde preventivo são o caminho para o envelhecimento com qualidade de vida. Porém os homens costumam dar menos atenção à saúde e realizam menos consultas médicas. 

No Brasil há números que comprovam que, de modo geral, os homens cuidam menos de sua saúde do que as mulheres. Um estudo divulgado pelo Ministério da Saúde mostrou que 51% da população brasileira acima de 18 anos está acima do peso, ou seja, apresentam índice de massa corporal igual ou acima de 25. Nesse caso, os homens são a maioria, 54,5% da população adulta do sexo masculino apresentou sobrepeso, enquanto entre as mulheres o índice é de 48,1%. 

Preconceito masculino com seu auto cuidado

Estar desatento à saúde pode facilitar o aparecimento de doenças e complicações, algumas silenciosas e sem sintomas aparentes. Conforme o Instituto Nacional do Câncer (Inca), já está comprovado que algumas atitudes incorporadas ao dia a dia ajudam a reduzir o risco de diversas doenças crônicas não-transmissíveis como diabetes e as doenças cardiovasculares (hipertensão, derrame, infarto de miocárdio).

Longe de ser assunto frequente em rodas de conversa, os cuidados com a saúde costumam ser deixados de lado pela maior parte do público masculino.  A questão ainda é predominantemente cultural, afirmam os médicos. 

“Os homens costumam se enxergar como super-homens, provedores da família e infalíveis. A cultura de passar em consultas de rotina desde a adolescência é feminina, não masculina. No entanto, isso vem mudando e, com o aumento da expectativa de vida, manter a saúde em dia passa a ser prioridade”,

explica o urologista Claudio Murta, coordenador do centro especializado do Hospital Sírio Libanês.

A prevenção tem um papel fundamental nesse cenário: a manutenção de hábitos saudáveis, desde a infância, com uma dieta equilibrada, também com pouco sal e açúcar, alimentos processados e gordura, junto à prática diária de atividade física são as grandes aliadas da boa saúde.

“Obesidade, pressão arterial aumentada, diabetes, esses são problemas evitáveis, por isso precisamos reforçar que o caminho para viver melhor é baseado na mudança diária dos nossos hábitos”.

destaca Roberto Kalil Filho, diretor das áreas de cardiologia do Instituto do Coração (Incor) e do Sírio-Libanês. 

A adoção de hábitos saudáveis, a prática de atividade física regular, a alimentação balanceada e o uso moderado de bebidas alcoólicas são cruciais para diminuir estes agravos evitáveis. A identificação precoce de doenças aumenta as chances de um tratamento eficaz. Por isso, alguns exames devem fazer parte da rotina dos homens. É preciso prestar atenção ao corpo e ficar atento aos sinais que ele envia. O cuidado deve ser diário. Mudanças de hábitos alimentares, com menos alimentos gordurosos e ultra processados são fundamentais. Evitar estes comportamentos de risco é a chave para uma vida mais longa e saudável.

Novembro Azul
Entenda a importância da Campanha Novembro Azul

Conheça os 8 exames básicos de rotina:

  1. Pressão arterial.
  2. Hemograma completo.
  3. Testes de urina.
  4. Teste de fezes.
  5. Teste de glicemia.
  6. Atualização da carteira vacinal.
  7. Verificação do perímetro abdominal.
  8. Teste de IMC.

Leia mais:

Homem também se cuida – Novembro Azul

Pai, você ajuda nos cuidados com a criança? Então está errado.

Birra, o terror dos pais

Confira as dicas do Ministério da Saúde para que os homens vivam mais e melhor:

  • Procurar os serviços de saúde não apenas quando estiver com uma doença, mas para se prevenir.
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas e outras drogas.
  • Ter uma alimentação adequada e saudável.
  • Praticar exercícios físicos regularmente.
  • Conversar sobre problemas e preocupações com a (o) parceira (o), familiares, amigos, profissional de saúde.
  • Pedir ajuda quando se sentir sobrecarregado por alguma situação de estresse.
  • Manter a carteira de vacina atualizada.
  • Utilizar preservativo nas relações sexuais.
  • Evitar o cigarro.
  • Realizar consulta com o dentista regularmente.
  • Realizar exames de rotina periodicamente.
  • Cultivar bons hábitos de higiene pessoal.

*Autor: Leandro Ziotto, pai do Vini e Fundador da Plataforma 4daddy. Integrante dos grupos de trabalho: “Criança e Adolescente” da Rede Nossa SP e “Homens pela Primeira Infância” da Rede Nacional Primeira Infância, além de parceiro de comunicação do Ministério da Saúde.

Exercer Paternidade


Facebook Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Curta nossa fanpage

CLOSE
CLOSE