Como ajudar seu filho a comer bem na escola

Com certeza você e a escola do seu filho sabem da importância da alimentação saudável na infância, certo? Certo. Essa importância é tão reconhecida que – desde 2013 – há uma lei que torna indispensável a presença do nutricionista na escola (Artigo 12, cap. , resolução 26 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação). Mas, escola e família são na verdade uma parceria no quesito estímulo aos hábitos saudáveis! Um não funciona bem sem o outro.

Será então que as duas partes estão fazendo todo o possível para manter esta parceria funcionando?

Entrevista exclusiva Roberta e Taís Bento

Clique AQUI e assista a entrevista exclusiva com as educadoras Roberta e Taís Bento falando sobre educação de nossos filhos!

Fique de olho se a escola do seu filho atua em todas essas frentes:

* Cardápio planejado e supervisionado por um nutricionista – o mesmo vale para o serviço de cantina!

* Quesito higiene e qualidade de alimentos: funcionários da cozinha treinados quanto às boas práticas de manipulação e técnicas de preparo das refeições.

* Equipe pedagócica que conta com o nutri para treinamento e planejamento de atividades educativas: o nutri pode ajudar tanto no treinamento de quem acompanha as refeições do seu filho (para evitar práticas que desestimulem o prazer no comer, como forçar, apressar, ameaçar, etc), como no apoio para o planejamento de atividades educacionais de estímulo à alimentação saudável, que podem acontecer em vários momentos diferentes das aulas.

* Participação do nutri na reunião de pais e mestres periodicamente, para que as famílias possam tirar dúvidas em relação à alimentação das crianças! A criação de grupos de pais com questões e angústias sobre a alimentação também é um encontro que a escola pode facilitar, com a ajuda do nutri!

* Check up do crescimento: jamais substitui a consulta com o pediatra e nutricionista. Porém, as escolas que têm apoio para avaliação corporal das crianças periodicamente têm um diferencial que pode ajudar a sinalizar risco para baixo peso ou obesidade!

* Oficinas para pais e alunos: o nutri pode trabalhar diretamente com a comunidade de pais e alunos para praticar culinária saudável!

Viram como há muito o que a escola pode oferecer para manter a qualidade da alimentação das crianças? Por isso, famílias, cobrem da escola do seu filho a participação ativa do nutricionista!


Leia também:


O outro lado da moeda também vale. Será que você está fazendo sua parte em casa? 

* Se a lancheira é responsabilidade da família, procure enviar alimentos saudáveis! Já falamos sobre isso em um post anterior, clique aqui para saber mais. Evite também trazer lanchinhos de baixa qualidade nutricional para a criança comer assim que sair da escola, no caminho de casa.

* Se a escola se esforça para reduzir o consumo de doces e guloseimas, procure manter o padrão em casa! Não são proibidos, porém evite o excesso.

* Ofereça alimentos novos em casa! Evite a monotonia. Não é função apenas da escola ampliar o conhecimento sobre alimentos. Utilize o cardápio que a escola envia para repetir em casa algumas das preparações que seu filho recusa na escola! Pode ajudá-lo a se habituar aos novos alimentos.

* Participe das reuniões e compartilhe receitas, dicas de lancheira, etc, com outros pais. Afinal, não adianta você mandar uma lancheira saudável se seu filho compartilha alimentos da lancheira de um colega com tudo aquilo que você gostaria de evitar.

* Vote para evitar o “dia da porcaria”, aquele em que está liberado levar guloseimas para a escola. Isso cria uma expectativa na criança e pode tornar os outros dias um sacrifício. Que tal celebrar outros dias? (como dia “Dia da fruta” ou “Dia da horta”, por exemplo)

* Evite chantagens e ameaças que envolvam o aprendizado e alimentação. Por exemplo, prometer uma guloseima especial se a criança for bem no teste.

Portanto, escolas, estimulem as famílias a colocar tudo isso em prática!

A MCook tem uma parceria com a empresa NutrirKids para atuação em assessoria escolar! Interessado em levar a gente para a escola do seu filho? Entre em contato conosco, nós podemos ajudar!

*Autoras: Parceria do site de assessoria nutricional Mestre Cook Assessoria.

Aline Rissatto, Nutricionista e gastróloga, formada pelo C. Univ. São Camilo e certificada pela escola de gastronomia Le Cordon Bleu – Paris, em Cuisine e Pâtisserie. Pós graduada em Cozinha Brasileira pelo SENAC. Docente do curso de gastronomia da Faculdade Mário Schenberg. Atuou por 3 anos em projetos de educação nutricional e sustentável para escolas públicas e particulares de São Paulo, com oficinas culinárias infantis em parceria com profissionais formados em técnica clown pelos Doutores da Alegria. Ministra cursos áreas de nutrição e gastronomia, além de realizar eventos gastronômicos. Autora das receitas do livro “Gourmet & Sustentável: Cozinhando com as Partes não Convencionais dos Alimentos”. Apresentadora do programa “Receita de Família”, transmitido pela TV Cultura. 

Maria Beatriz, Chiaradia, Nutricionista e mãe do Lorenzo (alérgico à proteína do leite de vaca). Graduada pelo Centro Universitário São Camilo, especialista em Nutrição Clínica em Pediatria pelo Instituto da Criança (HC-FMUSP). Possui cursos de amamentação e de educação nutricional na infância e adolescência. Trabalhou durante 6 anos na área hospitalar; atualmente faz acompanhamento nutricional em consultório para o público materno-infantil, adultos e idosos. Sua principal área de atuação é alimentação infantil – do nascimento à adolescência, alergias e intolerância alimentares, nutrição aplicada às doenças e vegetarianismo.

Rachel Machado, Nutricionista, formada pelo C. Univ. São Camilo, especialista em Nutrição clínica (HC-FMUSP) e pediatria (EPM/UNIFESP), Mestre em Ciências da Saúde e doutoranda em Pediatria (EPM/UNIFESP). Docente do curso de pós graduação em Nutrição Materno-Infantil do Instituto de Metabolismo e Nutrição (IMEN) e parte da equipe do Centro de Dificuldades Alimentares do Instituto PENSI/Hospital Infantil Sabará, estuda e coordena pesquisas nas áreas de dificuldades alimentares na infância, obesidade infantil e alimentação saudável na adolescência. Atua também no atendimento clínico de público materno-infantil.

camisetas 4daddy

Facebook Comments